26/09/13

Estive ontem no mesmo local onde fiz este vídeo

Estive ontem no mesmo local onde fiz este vídeo, acreditem, fiquem estático durante alguns minutos, enquanto fotografava a triste realidade do negro que veste o Marão, no silêncio da tristeza ouvia o voou dos milhafres e das águias lá no alto procuravam o que já não tem, o seu alimento.
Á medida que caminhava e ouvia os carros pesados dos bombeiros em patrulhamento a revolta era maior de nada serve já nada há para arder, circulavam pelos mesmos caminhos, atalhos, aceiros, corta, fogos e acessos que 48 horas antes os senhores comandantes não encontraram, os senhores jornalistas não filmaram.
Resta-nos lamentar e pedir a quem de direito um inquérito e fazer ouvir a nossa revolta não que traga o que se perdeu, que sirva para arrumar dos cargos os irresponsáveis que vivem para prevenir e combater estas realidades e o que fazem é nada, durante o ano não saem dos gabinetes e se o fazem é a um evento, uma feirinha, uma festa uma inauguração em suma andam na caça ao voto, no Marão não seriam vistos logo não dá votos e quando há incêndios há televisão há reportagem e la estão os parasitas a falarem do que não sabem.

Alguém tem ideia de ouvir uma entrevista de um BOMBEIRO de 3ª, 2ª, 1ª ou mesmo um chefe? Claro que não esses a grande maioria vão para o incêndios trabalhar, os “políticos” vão passear a farda e as peneiras e esses sim transformam-se em jornalistas de ocasião. E mais não digo se não …










































































Enviar um comentário