19/09/16

Democrata "somosTodos " até prova em Contrario



Acordei, acordei estremunhadamente, tateei os dedos no lençol bordado, só o bordado encontrou, de ti nem cheiro a suor de uma noite de sexo ativo, o despertador num tic tac , constante irritou – me  virei-me e continuei o sonho, sim , o sonho  de uma cidade democrata , que havia princesas com malas no braço esquerdo e sapatos de tacão no qual não se conseguiam segurar , cambaleavam qual bêbedo de sábado á noite , ao lado delas o príncipe encantado que outrora fora o incapaz , aquém o capacitrometro mediu a incapacidade de uma liderança eficaz , talvez só os doutores da fornada da sua colheita o soubessem fazer , nessa altura ainda na havia a “ geringonça “ logo todos os outros eram inimigos , inimigos a valer .
Depois das ameaças, das pressões, das candidaturas e das oferendas de um lugarinho de importância naquele sitio para onde se mandam todos “ não, não é á merda “ é mesmo para os calar se serena o “ bicho papão “ que todos temem e dizem que já não tem poder, mas assusta  
Enviar um comentário